Seguidores

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Video conferência Educarede




Os alunos da @gcom turma M2 que desenvolvem o projeto "Vamos manter a escola limpa", participaram hoje dia 28/10/09 da video conferência realizada pelo portal educarede.
Na ocasião foram esclarecidas várias dúvidas sobre o portal e também foram apresentados por alguns alunos vários projetos que estão sendo realizados por diversas escolas.









Ficamos honrados por termos participado diretamente da video conferência, pois no final da mesma foi lida ao vivo pela apresentadora nossa contribuição no blog.



Leia a nossa contribuição.





"Olá pessoal do educarede estamos no laboratório de informática da nossa escola assistido a video conferência e tirando nossas dúvidas e conhecendo os projetos mostrado por outras escolas
Esperamos algum dia mostrar nosso projeto"

muito obrigada pela oportunidade

aluna: Benezaide Farias Oliveira às 14:30 video

Atenção:

Videoconferência HOJE- 28/10 - 13h às 14h30.

Portal Educarede

Assista clicando no link que será colocado minutos antes.

Participe com perguntas e comentários pelo blog da comunidade.

Esperamos por todos!!!


fonte:Portal educarede

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Para os alunos do projeto @gcom




Dia 28/10, quarta-feira, às 15h.


Ciclo de Bate-Papos: Conversando com Cientistas

O EducaRede, em parceria com o Concurso Cientista do Amanhã, realiza o Ciclo de Bate-Papos: Conversando com Cientistas. Essa iniciativa tem como objetivo auxiliar professores e alunos do Ensino Fundamental e Médio a desenvolverem trabalhos científicos para inscrever na 53ª edição do concurso. Os chats estão organizados por área de especialidade. Para este bate-papo, convidamos o professor Jean Albert Bodinaud, que irá esclarecer dúvidas sobre a elaboração de trabalhos científicos na área de Exatas.







Dia 30/10, sexta-feira, às 14h.

Encontros virtuais do V Congresso Internacional EducaRede

Uma das atividades virtuais do V Congresso Internacional de EducaRede, que vai acontecer em novembro, é a série de bate-papos com especialistas. Venha participar do chat com Nivaldo Marcusso, responsável pela Gestão da Tecnologia da Informação, Planejamento Estratégico e Educação a Distância da Fundação Bradesco. Nivaldo vai conversar com os internautas sobre inovação numa instituição de ensino de grande porte. Participe!

Requisitos para participar do chat
1. Acessar esta página no dia e horário marcados.
2. Utilizar o navegador Internet Explorer.
3. Liberar a janela de pop up do seu navegador.

fonte: educarede

domingo, 25 de outubro de 2009

Reunião




Os professores da escola Jorge Lopes Raposo reuniram-se na manhã do dia 25/10/09(sábado) para definir a data do tradicional simulado que acontece todos os anos na escola, que é parte da 3ªavaliação.




Na ocasião foi realizada também um café da manhã,coordenado pelo profº Heder,onde todos deram sua contribuição para o chá da sala dos professores.

sábado, 24 de outubro de 2009

O trabalho da imprensa no Círio 2009 por @gcom

Foi no Círio de Nsa Senhora de Nazaré no último dia 11 de outubro, que o projeto vídeo na escola da Agência de Comunicação realizou a difícil tarefa de gravar imagens do trabalho da imprensa durante 3 das 11 procissões oficiais do Círio.
Todo material que foi feito será públicado para própria imprensa com data ainda indefinida.
Durante o final de semana do Círio a equipe da @g.com coordenada pela profª Rose Lenne esteve nas procissões: Rodoviária, Fluvial, motoromaria, transladação e Círio. Foram tiradas cerca de 2500 fotos e videos, mesmo sem uma câmera de vídeo a equipe filmou e fotografou com máquinas próprias dos alunos.
A grande dificuldade da equipe foi a falta de acesso aos locais que só as pessoas credenciadas poderiam entrar. Mesmo com todas as dificuldades a equipe toda tá de parabéns pelo excelente material adquirido.


Desde duas semanas antes do Círio a equipe de aprendizes de jornalistas já estava em atividades cobrindo a levada católica que aconteceu nas ruas de Icoaraci


Durante a espera da moto romaria houve tempo para conversar e receber dicas dos fotógrafos mais experientes.


No final da moto romaria as equipes se encontraram para finalizar as suas atividades do sábado.


As equipes de externa que trabalharam no domingo se reuniram em frente à TV Liberal para ver a passagem da Imagem de Nsa Senhora de Nazaré. Enquanto outras equipes continuavam o trabalho dentro das emissoras da TV Liberal e TV Nazaré.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

AVISO

Para os alunos da @gcom turma M2,participantes do projeto: "Vamos manter nossa escola limpa"
Convocamos a todos para estarem presente no laboratório de informática da escola, no dia 28/10/09 às 13:00 para participarem da videoconferência do portal educarede.


Contamos com a presença de todos.

A coordenação do laboratório de informática




Boletim informativo nº. 11 (especial)

Minha Terra 2009



Convite especial para os alunos do projeto educarede da @gcom



Participe da 3a. Videoconferência do Minha Terra 2009 que acontecerá no próximo dia 28 de outubro, quarta-feira, das 13h às 14h30.

Teremos interações ao vivo com alunos e escolas participantes da comunidade que contarão o que já fizeram e o que planejam fazer até o final do ano letivo.

Também teremos os gestores da comunidade, Claudemir Viana e Sônia Bertocchi, e a mediadora do blog, Louiza Matakas, apresentando as atividades das fases 3 e 4 do projeto, esclarecendo dúvidas e apresentando alguns destaques da comunidade Minha Terra.

Para assistir à videoconferência não é preciso ter equipamento especial. Basta acessar a comunidade Minha Terra 2009 - Aprender a Inovar, e na página principal haverá o link ativado para acessar a videoconferência.

E durante a videoconferência você pode participar enviando mensagem pelo blog da comunidade, e sua dúvida ou seu comentário será lido pela Louiza Matakas e respondido pela equipe.

Depois da videoconferência, mais alguns dias, a videoconferência será disponibilizada no Canal Multimídia da comunidade Minha Terra 2009, como já estão as videoconferências anteriores, para ser assistida novamente ou para quem não pôde assistir ao vivo.

Contamos com sua participação!



fonte:Equipe Minha Terra - EducaRede

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

NTE divulga resultado do concurso de blog

Eis nossos vencedores do 2º concurso de blogs educativos do NTE Profº. Washington Luis Barbosa Lopes (Belém).

Categoria Professor:

1º Eric Siqueira – 270 pontos

2º Mauro Torres – 237 pontos

3º Ana Cecília – 207 pontos

4º Rosangela Pinho – 201 pontos

5º Roseane Coelho – 200 pontos

6º Helioneth Lisboa – 196 pontos

7º Joseane Figueredo – 191 pontos

8º Jocimar Xavier – 183 pontos

9º Léa Paraense – 175 pontos

10º Marco Lucas – 162 pontos

Os 10 primeiros receberão certificados de participação no concurso e os três primeiros certificados e prêmios individuais.


fonte:NTE

A escola Jorge Lopes Raposo parabeniza a professora da sala de informática Helioneth Lisboa,pela classificação entre os dez melhores blogs na categoria professor


segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Projeto desenvolvido no portal educarede: "vamos manter a escola limpa"


alunos participantes do projeto (turma M2)
coordenação: profª Helioneth



Após recebermos as orientações da professora Maria do Carmo no dia 25/09/09 no NTE, o projeto foi iniciado na escola obedecendo as seguintes etapas:


1ª etapa:

-Seleção dos alunos para participar do projeto;

-Reunião com os alunos participantes do projeto,na sala de informática da escola;

-Apresentação do portal educarede;

-Cadastro dos alunos no portal.


2ªetapa:

-Pesquisa de campo realizadas pelos alunos, foi feito um questionário pelos alunos direcionado às escolas mais próximas a nossa,à alunos e à agência distrital de Icoaraci,a respeito da problematização do lixo produzido.


PESQUISA DE CAMPO

QUESTIONÁRIO PARA A ESCOLA

1 – Quais são os tipos mais comuns de lixo produzido nas escolas?
2 – Qual o destino do lixo?
3 – A escola apresenta algum projeto para o lixo? SIM ( ) NÃO ( )
4 - Que projeto?
5 - Como funciona?
6 – Como a escola administra a problematização do lixo produzido?


QUESTIONÁRIO PARA A ALUNO

1 – Quais são os tipos mais comuns de lixo produzido na sua casa?
2 – Você faz seleção do lixo? Que tipo?
3 – Qual o destino do lixo?
4 – É reciclado o lixo produzido na sua casa?
5 – Como você administra a problematização do lixo produzido em sua casa?


QUESTIONÁRIO PARA A AGÊNCIA DISTRITAL


1 – Quais são os tipos mais comuns de lixo produzido em ICOARACI?
2 – Qual o destino do lixo?
3 – O que o governo municipal faz com o lixo recolhido:
a) Nas casas:
b) Nos hospitais:
c) Nas fábricas:

4 – A prefeitura apresenta algum projeto de tratamento especial ao lixo acumulado?
5 - Como funciona?
6 – Como a prefeitura administra a problematização do lixo produzido?



3ªetapa:

Orientação do projeto para os alunos com a professora Maria do Carmo no NTE.

Sob a orientação da professora Maria do Carmo os alunos fizeram suas inscrições no portal educarede e foi feito ainda a inscrição de nosso projeto: "Vamos manter nossa escola limpa" no portal,em seguida foi postada a primeira foto da equipe juntamente com a apresentação do grupo.


4ª etapa:

Oficina Reportagem

Foi realizado no dia 08/10/09, a oficina sobre reportagem ministrada pela profª Maria do Carmo.
Na oficina os alunos aprenderam:
1.O que é uma reportagem?
2. Estrututa composicional do gênero reportagem
3.O que é necessário para se fazer uma reportagem?
4.como fazer um reportagem
5.Por que fazer uma reportagem
6.Como começar uma reportagem
7.Atividade pratica

5 etapa: Reportagem feita pelos alunos



Vamos manter nossa escola limpa


Uma ação educativa que visa mudança de mentalidade com relação ao problema do lixo escolar

Os alunos da escola Jorge Lopes Raposo, participantes do projeto educarede, com o objetivo de levantar propostas de intervenção na realidade que os cerca, desenvolvem ações numa perspectiva de contribuir para amenizar um dos problemas enfrentados pela humanidade a questão ambiental escolar. Para isso realizam pesquisas bibliográficas e de campo a partir de entrevistas com alunos, corpo técnico de escolas e agente distrital do bairro de Icoaraci, afim de tomarem conhecimento sobre a problemática e soluções.
Iniciam também uma campanha educativa na escola, afim de envolver toda a comunidade buscando conscientizar a todos e consequentemente promover a preservação do espaço escolar, haja vista que manter nossa escola limpa é uma das metas a serem atingidas.

texto: alunos do projeto

6 etapa: inicio da campanha na escola





A campanha iniciou na escola no dia 19/10/09,onde a equipe dos alunos participantes do projeto produziu quadros de avisos,cestos de lixos para cada sala, cestos padronizados colocados nos corredores da escola para a coleta seletiva do lixo.



7º etapa: palestra sobre "A importância da reciclagem" com a aluna Ana Carolina Ribeiro da Silva



Na palestra foi explicado aos alunos sobre a importância da reciclagem, como reutilizar alguns produtos para produzir outros materiais que possam ser utilizados no nosso dia-a-dia.


Finalizamos a oficina produzindo árvores de natal feitas através de garrafas pets, cabo de vassoura, enfeites de natal e tambem produzimos "banquinhos" feitos de garrafas pets e papeis reciclados.

sábado, 10 de outubro de 2009

Dia do professor

Professores da Manhã

Professores da Tarde











Professores da Noite








O valor de ser Educador

Ser transmissor de verdades,
De inverdades...
Ser cultivador de amor,
De amizades.

Ser convicto de acertos,
De erros.
Ser construtor de seres,
De vidas.
Ser edificador.
Movido por impulsos, por razão, por emoção.
De sentimentos profundos,
Que carrega no peito o orgulho de educar.
Que armazena o conhecer,
Que guarda no coração, o pesar
De valores essenciais
Para a felicidade dos “seus”.
Ser conquistador de almas.
Ser lutador,
Que enfrenta agruras,
Mas prossegue, vai adiante realizando sonhos,
Buscando se auto-realizar,
Atingir sua plenitude humana.
Possuidor de potencialidades.
Da fraqueza, sempre surge a força
Fazendo-o guerreiro.
Ser de incalculável sabedoria,
Pois “o valor da sabedoria é melhor que o de rubis”.
É...
Esse é o valor de ser educador.

autora:Maria Darismar Duarte Henes Cortes






A escola Jorge Lopes Raposo parabeniza a todos os professores pelo seu dia.



Você sabe como surgiu o Dia do Professor?

O Dia do Professor é comemorado no dia 15 de outubro.
Mas poucos sabem como e quando surgiu este costume no Brasil.
No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila), D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A idéia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima - caso tivesse sido cumprida.

Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia dedicado ao Professor.

Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como “Caetaninho”. O longo período letivo do segundo semestre ia de 01 de junho a 15 de dezembro, com apenas 10 dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.

O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. Com os professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a idéia estava lançada, para depois crescer e implantar-se por todo o Brasil.

A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias".


Fontes:
Site www.diadoprofessor.com.br
Site www.unigente.com
Site www.portaldafamilia.org

Dia do Professor em outros países:

Estados Unidos: National Teacher Day - na terça-feira da primeira semana completa de Maio.

World Teachers’ Day - UNESCO e diversos países - 5 de Outubro

Tailândia - 16 de Janeiro

Índia - 5 de Setembro

China - 10 de Setembro

México - 15 de Maio

Taiwan - 28 de Setembro

Argentina - 11 de Setembro

Chile - 16 de Outubro

Uruguai - 22 de setembro

Paraguai - 30 de Abril

Fonte Mensagens e Poemas
http://mensagensepoemas.uol.com.br/professores/origem-do-dia-dos-professores-2.html

sexta-feira, 9 de outubro de 2009


A escola Jorge Lopes Raposo deseja a todos os Paraenses um Feliz e Abençoado Círio 2009.


Conheça um pouco sobre a história do Círio de Nazaré

Todas as referências à origem da festa do Círio de Nazaré remetem à lenda do aparecimento da imagem de N. Sra de Nazaré, com poderes miraculosos, achada por um caboclo. Conta-se, em livros, edições especiais de jornais, artigos e outros escritos, que Plácido José de Souza era um caboclo da região, filho de um português e uma índia nativa. Era agricultor e caçador, e possuía um sítio na estrada do Maranhão (hoje Bairro de Nazaré). Num certo dia de outubro de 1700, Plácido saiu para caçar na região do igarapé Murutucu (onde hoje é a Basílica). Depois de muito caminhar pela mata, parou para refrescar-se nas águas do igarapé. Ao levantar a cabeça, enxergou a imagem de Nossa Senhora entre as pedras cheias de lodo. Católico fervoroso, Plácido levou a santa para o barraco onde morava e ali, em um altar humilde, passou a venerar Nossa Senhora.

Procurada pelos viajantes que passavam pela estrada do Maranhão, a casa de Plácido tornou-se lugar de culto a Nossa Senhora. Sabendo de seus milagres, muitos devotos iam rezar, pagar promessas e agradecer os milagres alcançados. Uma das passagens mais importantes do história de N. Sra. de Nazaré, constantemente citada como justificativa da construção da Basílica no lugar onde se encontra, diz respeito ao eventos chamados pelo povo de “sumiço da santa”. Diz-se que no dia seguinte àquele em que foi encontrada, a imagem não amanheceu no altar da casa de Plácido. Sem saber o que acontecera, este saiu andando pela estrada indo parar às margens do Murutucu. Para sua surpresa, a imagem estava novamente entre as pedras. Diz-se que a santa sumiu outras vezes, quando retirada dali.

Esta história chegou aos ouvidos do governador da época, que ordenou que se levasse a imagem para o Palácio do Governo, onde ficou sob intensa vigilância. Pela manhã, contudo, o altar estava vazio. Impressionados com o milagre, os devotos concluíram que Nossa Senhora queria ficar às margens do igarapé. E ali foi onde construíram uma ermida, ao lado da qual o caboclo Plácido ergueu sua nova casa. Com o passar do tempo, os milagres foram aumentando, trazendo à cidade gente de vários lugarejos do interior, e a imagem acabou indo parar em Belém.

Naquela época, os viajantes que passavam pela casa de Plácido vinham do Maranhão ou da Vigia (cerca de 200 quilômetros distante de Belém), onde já havia o culto a Nossa Senhora. Talvez algum devoto, após a viagem, tenha parado no igarapé e deixado a imagem da santa nas pedras, mas isto não importa. Depois de um longo processo de reconhecimento dos milagres da santa e da devoção local por parte da igreja, em setembro de 1790, chegou a autorização para a realização de homenagens à santa conforme o Ritual Litúrgico. Foi então que o governador Francisco Coutinho pensou em fazer uma procissão pela cidade. Dias antes da romaria, porém, o governador adoeceu. Prometeu, então, à santa que, caso se recuperasse, ele mesmo levaria a imagem até a capela do Palácio. Restabelecido, cumpriu sua promessa e na madrugada de 8 de setembro de 1790, a Virgem chegou ao Palácio. Ao amanhecer, a população de Belém se preparava para o primeiro Círio de Nossa Senhora de Nazaré.

(Trecho extraído da tese de doutorado de Rita Amaral)










você sabe como surgiu o Dia da Criança




O Dia das Crianças no Brasil foi "inventado" por um político. O deputado federal Galdino do Valle Filho teve a idéia de criar um dia em homenagem às crianças na década de 1920.

Na década de 1920, o deputado federal Galdino do Valle Filho teve a idéia de
"criar" o dia das crianças. Os deputados aprovaram e o dia 12 de outubro foi
oficializado como Dia da Criança pelo presidente Arthur Bernardes, por meio do decreto nº 4867, de 5 de novembro de 1924.

Mas somente em 1960, quando a Fábrica de Brinquedos Estrela fez uma promoção conjunta com a Johnson & Johnson para lançar a "Semana do Bebê Robusto" e aumentar suas vendas, é que a data passou a ser comemorada. A estratégia deu certo, pois desde então o dia das Crianças é comemorado com muitos presentes!




Logo depois, outras empresas decidiram criar a Semana da Criança, para aumentar as vendas. No ano seguinte, os fabricantes de brinquedos decidiram escolher um único dia para a promoção e fizeram ressurgir o antigo decreto.
A partir daí, o dia 12 de outubro se tornou uma data importante para o setor de brinquedos.

Em outros países

Alguns países comemoram o dia das Crianças em datas diferentes do Brasil. Na
Índia, por exemplo, a data é comemorada em 15 de novembro. Em Portugal e
Moçambique, a comemoração acontece no dia 1º de junho. Em 5 de maio, é a vez
das crianças da China e do Japão comemorarem!

Dia Universal da Criança

Muitos países comemoram o dia das Crianças em 20 de novembro, já que a ONU (Organização das Nações Unidas) reconhece esse dia como o dia Universal das Crianças, pois nessa data também é comemorada a aprovação da Declaração dos Direitos das Crianças. Entre outras coisas, esta Declaração estabelece que toda criança deve ter proteção e cuidados especiais antes e depois do nascimento.


Fonte: site Shopping b - www.shoppingb.com.br

sábado, 3 de outubro de 2009

No mundo dos blogs– o diário virtual na escola


Blog é uma abreviação da palavra Weblog: Web (rede, teia) e log (registro). É um diário virtual que pode ser educacional, familiar, pessoal e comunitário. Sua principal característica é a facilidade de criação e publicação de novos conteúdos na Internet pelo criador do blog e pelos visitantes, possibilitando a comunicação rápida, simples e organizada.
No âmbito educacional, o uso do blog pode potencializar processos de colaboração, o exercício da expressão criadora, a valorização da produção com significado social, a autoria e o protagonismo. Estimula também a leitura, a escrita e produção em outras linguagens, podendo constituir redes sociais e de saberes.
Nesse sentido, é uma importante ferramenta que possibilita o desenvolvimento de aprendizagens relativas à comunicação digital e à postura autoral na Internet, por meio da publicação de conteúdos.



OBJETIVOS

•Exercitar a produção e troca de mensagens entre os alunos no meio virtual.
•Potencializar a colaboração e o intercâmbio de idéias entre os alunos.
•Conhecer e explorar os recursos das ferramentas de blogs.
•Desenvolver práticas de leitura e escrita que contribuam na produção de textos e compreensão do que se lê.
•Aprender a criar blogs e ser produtor de conteúdo na Internet.

RECURSOS NECESSÁRIOS

Computadores conectados à Internet, projetor multimídia, câmera digital, escâner e programa de edição de fotos.

PROGRAMAS UTILIZADOS

Sites de produção de blogs, processador de texto e navegador de Internet (Internet Explorer).

FONTES DE PESQUISA

Para criar seu blog, sugerimos os seguintes sites:
http://www.blogger.com/start
http://weblogger.terra.com.br/
http://www.blogs.com.br/oqueeblog.php

Fonte: Caderno de Orientações didáticas – Ler e escrever – Tecnologias na Educação







Nós, as coordenadoras do laboratório de informática, da Escola Jorge Lopes Raposo utilizamos o blog como ferramenta pedagógica,já que seu uso no ambiente escolar possibilita a todos o acesso imediato de informações e permite a interação entre a comunidade estudantil e o espaço escolar, uma vez que veincula a comunicação de forma simples.

E no decorrer do desenvolvimento do projeto @gcom da sala de informática incentivamos todos os alunos a criarem seus blogs e postarem seus trabalhos.Pois, é uma forma de exercitarem as suas produções textuais e mostrarem a todos seus excelentes trabalhos desenvolvidos no decorrer do curso.


As professoras Rose Lenne e Helioneth juntando forças com toda escola para que o nosso blog seja cada vez melhor

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

O Carro americano mais caro já vendido até hoje




O Shelbi Cobra 427 Super Snake 1966 entrou para a
história em 21 de janeiro de 2007, arrebatando US$ 5,5 milhões
no Leilão de Colecionadores de Carros Barret – Jackson no Arizona,
o maior preço já pago por um carro americano em todo o mundo,
de acordo com os organizadores do evento.
Só foram produzidos dois exemplares deste carro e este
foi usado como meio de transporte pessoal pelo famoso
piloto construtor de carros de auto desempenho Carroll Shelby.
O comprador foi o colecionador Ron Pratt,
de Chandler, no Arizona.
O inteligentíssimo Carroll Shelby, 84 anos, que estava
presente no Leilão adicionou ao V8 topo-de-linha de
7 litros do Cobra dois compressores Paxton, dando
ao Super Snake o dobro da potência de um Cobra 427 de linha.




O Shelby Super Snake começou sua vida como um dos
23 Cobra roadsters de competição e foi legalizado
para uso de rua após receber silenciadores, pára-choques
e outros requisitos.


Classificações do Shelby Cobra 427 Super Snake
Distância entre eixos: 228 Centímetros;
Peso: 1.155 quilogramas;
Motor: V8 com válvulas no cabeçote e dois compressores;
Potência: 811 cv;
Transmissão: automática de três velocidades;
Desempenho: de 0 a 96km/h em 3,2 segundos (estimativa)


Por editores do Consumer Guide/
Traduzido por HowStuffWorks Brasil
Fonte: O liberal (auto e Cia)



*Aos Amantes de Esportivos*

FERRARI APRESENTA O ESPORTIVO 458 ITALIA



Ferrari divulgou no dia 18 de Agosto as primeiras fotos
oficiais de seu novo carro esportivo, o modelo 458 Itália.
O veiculo será oficialmente no Salão do Automóvel de
Frankfurt,em setembro, e vai substituir o consagrado
modelo F430.
A Ferrari 458 Itália tem motor 4.5 V8 de 570 cavalos de potência.
É capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos
e segundo o fabricante, sua velocidade máxima é
de 325 km/h.
O sistema de transmissão com sete machas permite troca
de velocidades a cada 0,06 segundos.
Ainda de acordo com a Ferrari,
para frear o carro a 100 km/h é preciso 32,5 metros até
o carro parar completamente.




É ou não é uma verdadeira máquina?




Texto Por SAVERO FILHO
Fonte: Jornal O Liberal.



Pesquisa feita por Kelly aluna do projeto @gcom (noite)
O QUE É A SÍNDROME PÓS-ABORTO?
por: WANDA FRANZ, Ph. D(*)


O que sabemos das consequências prejudiciais do aborto para a mulher? Os que aconselham e executam abortos afirmam não haver efeitos psicológicos desfavoráveis importantes decorrentes do aborto e, além disso, nenhum trauma em longo prazo. O problema‚ é que essas pessoas, empregadas ou não em clínicas de aborto e outras, adeptas dessa prática, nunca estão em condições de avaliar na mulher as consequências que se seguem ao aborto. Imediatamente após o ato, simplesmente a mulher volta para casa, e se ela vier ter problemas, deverá ir procurar auxílio em outro lugar qualquer.

Uma investigação demonstra que todas as reações perigosas ao aborto ocorrem tardiamente. Este padrão de reação retardada fez com que seja muito mais difícil de delimitar, avaliar e caracterizar o problema. A par disso, a comunidade de saúde mental tem sido muito lenta em reportar as reações desfavoráveis ao aborto. O aborto é um procedimento traumático, que tem repercussões negativas para a mulher, cujas manifestações objetivas podem ser retardadas.
Recentemente terapeutas têm observado pavores irracionais e depressões ligadas às experiências abortista e rotularam o problema como SÍNDROME PÓS-ABORTO (SPA). Dr. Vincent Rue a comparou à DESORDEM ANSIOSA PÓS-TRAUMÁTICA (DAPT).
Uma questão importante é todas as experiências abortivas são automaticamente estressantes ou apenas algumas mulheres têm problemas? Se apenas algumas mulheres sofrerão da SPA quais são as características daquelas mais susceptíveis? Essas são questões que não podem ser completamente respondidas agora. Rue acredita que existam várias categorias de reações. Que algumas mulheres respondem com grande trauma, outras com reações moderadas, enquanto que um terceiro grupo pode vir a nada sofrer posteriormente. A Terapeuta Terry Selby, de outro lado, acredita que cada aborto produz um trauma na mulher.
O aborto é, antes de tudo, um procedimento físico, o qual produz um choque no sistema nervoso e que deve provocar um impacto na personalidade da mulher. Além das dimensões psicológicas, cada mulher que se submeteu a um aborto deve encarar a morte de seu filho que não nasceu como uma realidade social, emocional, intelectual e espiritual. Tanto Selby como Dra. Anne Speckhard trabalharam com mulheres que tentaram ignorar os efeitos do aborto e ambos acreditam que quanto maior a rejeição, maior a dor e a dificuldade quando a mulher resolve finalmente enfrentar a realidade da experiência abortiva.
Os defensores do aborto advogam que somente as mulheres com problemas psicológicos anteriores tem dificuldade em suportar as experiências abortivas. As próprias mulheres discordam dessa proposição. Contudo, pode ser verdade que mulheres com problemas prévios sejam mais susceptíveis às reações mais graves. Podemos, entretanto concluir, que essas mulheres deveriam ser protegidas de traumas futuros induzidos por experiências abortivas.
Quais são os problemas que uma mulher que provocou um aborto deve encarar? Antes de tudo e principalmente a necessidade de enfrentar a realidade sobre o ato de provocar um aborto. A verdade é que quando uma mulher aceita se submeter a um aborto, ela concorda em assistir à execução de seu próprio filho. Esta amarga realidade que ela tem de encarar se opõe vivamente àquilo que a sociedade espera que as mulheres sejam:- pacientes, amorosas e maternais. Isso também vai contra a realidade biológica da mulher, que é plasmada precisamente para cuidar e nutrir seu filho ainda não nascido. Assumir o papel de "matadora", particularmente de seu próprio filho, sobre o qual ela própria reconhece a responsabilidade de proteger, é extremamente doloroso e difícil. O aborto é tão contrário à ordem natural das coisas, que ele automaticamente induz uma sensação de culpa. A mulher, entretanto, deve admitir sua culpa para poder conviver com ela.
Existe uma escola de pensadores, adotada pela maioria dos promotores de abortos, que afirma que a admissão da culpa não é necessária. Sustentam eles que se uma mulher se sente culpada é porque alguém "colocou a culpa nela". O que eles sugerem é que isso acontece porque a mulher foi forçada pelos adeptos dos movimentos Pró-Vida a "assumir uma atitude de culpa" que cria uma dor desnecessária e que não leva a lugar algum.




Presumem eles que a culpa não emerge do interior da mulher, mas ao contrário é forçada para dentro dela. Contudo, a experiência das mulheres que se submeteram a abortos não está de acordo com essa afirmação. Ao contrário, as mulheres pertencentes ao movimento de MULHERES VITIMADAS PELO ABORTO relatam que a culpa se manifestou e cresceu com a própria experiência abortiva, foi parte da reação própria ao aborto e não infundida nelas por outras pessoas.
A primeira providência enfatizada pelos clínicos que trabalham com mulheres que se submeteram a abortos é fazer com que elas chorem pelo filho perdido. A realidade é que uma criança morreu e a resposta humana natural à morte é a tristeza. Se a mulher é impedida de assim reagir, ela terá dificuldade de encarar a realidade da experiência abortiva. Entristecer-se significa que ela tem noção de seu filho e que ela está chorando por uma determinada pessoa que morreu. Obviamente isto é mais difícil para uma criança que nunca foi vista. Era um menino ou menina, qual a cor dos cabelos e dos olhos que ele ou ela teriam? O problema é ainda mais intrincado no caso do aborto porque o corpo da criança é geralmente mutilado e é difícil para a mulher pensar na criança cujo corpo não mais existe. Assim os efeitos do aborto atingem a vida de cada indivíduo à volta da mulher, incluindo seus amores e filhos futuros. Por exemplo, como alguém diz a seus próprios pais que um seu neto foi morto e que nunca participará de um Natal ou uma excursão ao zoológico? Como se diz a um filho que nasceu depois porque um irmão ou irmã foram mortos e, mais importante, porque ele em particular não foi?
Como explicar o aborto a um futuro marido que deseja se casar e ter uma família? Que dizer se a mulher ficou estéril? Seria a esterilidade causada pelo aborto? Estas são questões duras e que devem ser respondidas. Felizmente, a mulher que se curou estará apta a lutar para superar esses problemas mas nunca será fácil e sempre será doloroso.
De que maneira são as mulheres vitimadas pelo aborto? Primeiro de tudo, nós sabemos que a maioria das mulheres que se submeteram a abortos teriam preferido outra solução para o problema. Elas são claramente vítimas de uma decisão tomada por outros. Contudo, muitas mulheres realmente escolhem o aborto. Podem elas ser consideradas vítimas? Os dados sobre a síndrome pós-aborto indicam que a culpa e a dor inerentes ao aborto em si mesmo vitimam a mulher. Como uma mulher, membro do WEBA coloca: "-Uma vez que uma mulher se torna mãe, ela será sempre mãe, tenha ou não nascido seu filho. O filho morto fará parte de sua vida por mais longa que ela seja." O aborto não é definitivamente uma "solução fácil" de um grave problema mas um ato agressivo que terá repercussões contínuas na vida da mulher. É nesse sentido que ela é vítima de seu próprio aborto e temos obrigação como a mulher americana de lhe dizer esta verdade.


Pesquisa realizada pelo aluno Marvyn Kevin do projeto @gcom
Homossexualidade nas escolas


Meu objetivo do neste trabalho é discutir a homossexualidade nas escolas, que é um assunto ainda bastante polêmico que permeia entre os membros que fazem parte de uma escola, sejam eles alunos, diretores, coordenadores ou professores. Estamos no século XXI, mas em se tratando de educação, principalmente temas que envolvam homossexualismo, é como se estivéssemos ainda na Idade Média, pois o que percebemos é a falta de respeito em relação as diferenças de sexo, cor e até mesmo de ideologia no espaço escolar.

Não há de ser oportuno, no âmbito da educação escolar, uma reflexão sobre o assunto? Por que a escola não é lugar para respeitar as diferenças sexistas? Poderíamos continuar indiferente à problemática da sexualidade. Diriam, assim, alguns educadores: Se não sou homossexual, o que tenho a ver com os que são? Exatamente, por termos nossa opção sexual resolvida, devemos ter uma preocupação com aqueles que, sendo crianças ou adolescentes estão se definindo sexualmente para a vida.

Ao fazer referência às escolas públicas, essa questão da homossexualidade sofre com um preconceito muito acentuado. Ao fazer referência às escolas privadas, pouco se discute, pouco se fala, pouco se reflete, gerando, não poucas vezes, comportamentos sutilmente agressivos de professores com relação aos alunos homossexuais, sejam meninos ou meninas. Nas escolas privadas, aceita-se o matriculado, mas não se tolera o educando com tendência homossexual. A diferença entre escola pública e privada, nesse particular, é que, naquela, não há o princípio de tolerância. Para algumas escolas conservadoras, não há diferença entre aidético e o homossexual: todos sofrem com o preconceito social.

Espero que nos próximos dez anos, o Estado nacional venha a determinar, juridicamente, que a homossexualidade não é uma inversão ou doença, como julgam alguns párocos e educadores mais duros, mas uma opção sexual. Em substância, no século XXI em construção, a homossexualidade não será tabu.


Sem fundamento jurídico que condene o comportamento sexual, não haverá proibição ou perseguição à homossexualidade. Nisso, talvez desapareça a noção de gênero, Isto é, de diferença biológica de masculino e feminino, em que todos nós, homens ou mulheres seremos apenas andróginos. Estaremos enfim, numa época em que corpo, alma, ecologia e sexualidade constituirão novo ramo bioético. Isso não é futurologia, mas revolução eco sexual, em que o respeito as diferenças de gênero e opção sexual será a base para o desenvolvimento humano e da sustentabilidade.


trabalho de Thamyres Moreira aluna do projeto @gcom