Seguidores

terça-feira, 30 de abril de 2013

1ª AVALIAÇÃO 2013

Atenção Professores e Alunos fiquem atentos aos seus dias e horários de provas


Click na imagem para aumentar



Roselene Silva
Ass. Comunicação JLR

segunda-feira, 29 de abril de 2013

RESULTADO CO CONCURSO REALIZADO NA ESCOLA JORGE LOPES RAPOSO- SEDUC-SIMINERAL

ALUNOS SELECIONADOS PARA REPRESENTAR A ESCOLA NO CONCURSO

ENSINO FUNDAMENTAL
1-ADRIELE JANAINA AMORIM PEREIRA- F6MRO1


ENSINO MÉDIO
2. JONAS PEIXOTO DA SILVA-M1MR01


ALUNOS CLASSIFICADOS 

3.NEEMIAS DA COSTA PEREIRA JUNIOR -F7MRO1
4.AMANDA DA CRUZ SANTOS -M1MRO1
5.SIANE CAMILA DUARTE DOS SANTOS - M3TRO1
6.KLAYTON MARTINS DA SILVA-M2TRO1
7.DENIS RAMON DA SILVA ALVES -M1MRO1
8.JADE LUISA DE CARVALHO MAIA- M1MRO1
9. MAYARA M.S. MACHADO- M3MRO1

sexta-feira, 26 de abril de 2013

XVII Feira Pan-Amazônica do Livro



A ESCOLA JORGE LOPES ESTARÁ PARTICIPANDO DA XVII FEIRA DO LIVRO NOS DIAS:

-28 DE ABRIL- PARTICIPANDO DO III-CONCURSO PAN-AMAZÔNICO DE REDAÇÃO;

-02 DE MAIO- APRESENTANDO O PROGRAMA "RÁDIO ESCOLA NA FEIRA" COM OS ALUNOS DO PROJETO RÁDIO RAPOSO.




Roselene Silva
Ass. Com. JLR

segunda-feira, 22 de abril de 2013

HORÁRIOS DE AULA E AVALIAÇÕES

Horário da 1ª Avaliação Turno da Noite

Horário da 1ª Avaliação Turno daTarde
Horário da 1ª Avaliação Turno da Manhã
HORÁRIOS DE AULA

MANHÃ
TARDE

   NOITE

 Roselene Silva
Ass. Com. JLR


























































































































































sexta-feira, 19 de abril de 2013

CONCURSO DE REDAÇÃO SIMINERAL-SEDUC 2013

 Os alunos  do Ensino Fundamental e Médio realizaram a prova do concurso de redação SIMINERAL-SEDUC no dia 16 de abril .











sexta-feira, 12 de abril de 2013


CONCURSO DE REDAÇÃO SIMINERAL-2013

A ESCOLA JORGE LOPES RAPOSO REALIZOU HOJE, DIA 12 DE ABRIL, AS PALESTRAS  COM O PROFESSORES DE GEOGRAFIA E  LÍNGUA PORTUGUESA  PARA OS ALUNOS INSCRITOS NO CONCURSO DE REDAÇÃO SIMINERAL-2013.




PALESTRA SOBRE MINERAÇÃO
PROF RIVALDO (GEOGRAFIA)




A MINERAÇÃO

1- Importância da mineração
A mineração é capaz e transformar  o  minério em riqueza, em desenvolvimento. Muitas vezes podemos não nos dar conta, mas se não existisse a atividade de mineração nossa vida seria muito diferente e  com bem menos conforto. 

Vejamos como os minerais estão presentes em todos os campos da atividade humana:
. Na agricultura: fertilizantes (utilizados para melhorar o crescimento das plantações) e equipamentos (tratores e arados)
. Nas fábricas que beneficiam alimentos ( prédios e maquinários feitos com produtos da mineração)
. Nas construções (prédios, pontes, estradas e ferrovias)
. Produtos do dia a dia (  televisão,  geladeira, panela, fogão, talheres e outros)
. Transportes  ( ônibus, caminhões, bicicletas, barcos, navios)



2- Mineração no Pará
O Pará tem um subsolo rico que armazena uma gama considerável de metais. Isto o coloca  em uma posição de destaque em relação a qualquer  outra região do planeta.
Hoje a mineração apresenta uma contribuição decisiva para a economia paraense (cerca de 15% do  seu produto interno bruto –PIB (a soma de tudo que é produzido) – provém desse  setor e cerca de  80% das exportações paraenses são originadas da mineração e de seus produtos derivados
A distribuição geográfica  da produção mineral da mineração (excluindo-se as regiões de garimpo) está concentrada nos municípios de Parauapebas, Oriximiná e Barcarena.



3. Minerais  mais comuns que ocorrem no subsolo paraense :
. bauxita - mineral leve e resistente. A partir dele é produzida a Alumina, matéria prima do alumínio, usado na fabricação de latas, carros, aviões, esquadrias, cabos, fios, panelas e outros utensílios de cozinha;
. Ferro – Seu uso mais comum é na fabricação do aço para a indústria automobilística e para a construção civil (estrutura de casas, prédios e pontes);
. Manganês – Utilizado na fabricação de aços, tintas e pilhas;
. Níquel – dele se faz moedas, pilhas e ligas metálicas
. Cobre – utilizado para a confecção de fios elétricos, encanamento e fabricação de diversas ligas;
. Ouro- muito usado na fabricação de joias e também como reserva monetária (parte do ouro guardada pelos países) ;
. Caulim – mineral argiloso muito usado na indústria de papel e porcelana;
4- Mineração e Desenvolvimento no Pará
Muitos defendem que a mineração é benéfica ao desenvolvimento do nosso Estado. Afirma-se que a implantação de um projeto mineral é fator positivo no desenvolvimento de um município, de uma região e de um estado, já que os benefícios não ficam restritos à área específica do projeto.
Entre os benefícios  citam-se:

. A geração de  empregos  e renda  para a população;

. O aumento do recolhimento de tributos (impostos)  pelo  município e o estado;
. A Ampliação da capacidade do estado e do município de realizar novos investimentos em  benefício da população;
. A economia local é movimentada ( Aumento das vendas de produtos e serviços) pelos salários pagos aos empregos criados;
. Melhoria  da infraestrutura;
. Melhoria do nível  de vida da população.




 Exemplos de benefícios trazidos pela mineração no Pará:
. Melhoria do acesso e comunicação, sobretudo para Marabá ( Criação de estradas , aeroportos e telefonia)  após a implantação de projetos pela Companhia Vale do Rio Doce de Mineração;
. Criação de novos municípios  como Parauapebas, Curionópolis e Eldorado, Canaã  dos Carajás ;
. Desenvolvimento econômico de Oriximiná ( após  a instalação do Projeto Trombetas) que se tornou a segunda maior cidade do oeste paraense, perdendo apenas para Santarém;
. Crescimento e desenvolvimento do município de Barcarena (embora sem nenhuma reserva mineral) graças à implantação do Projeto ALBRAS_ALUNORTE, que produz alumina e alumínio a partir da  bauxita de Oriximiná.


5- Mineração e Meio Ambiente
Inegavelmente  a atividade mineral é agressiva  ao meio ambiente. Em qualquer área onde são implantados projetos minerais eles vêm acompanhados  de técnicas e equipamentos que descaracterizam o perfil original, podendo causar grandes erosões. Às vezes é até necessário utilizar explosivos para retirar o minério. As árvores  são derrubadas, as águas podem ficar sujas, o próprio solo e o ar, na maioria das vezes , também são afetados e ainda pode haver remanejamento de comunidades para a realização das atividades mineiras. Muitas famílias são obrigadas a mudar de moradia para que uma determinada região possa ser explorada. Mas apesar de tudo, é possível desenvolver projetos minerais sem destruir o meio ambiente. Alguns exemplos  existem aqui mesmo, em nosso estado.
A preocupação com o meio ambiente vem crescendo e ninguém quer ver a Amazônia destruída e muito menos nós que vivemos aqui. Com a Constituição Federal de 1988  e da Rio 92, aumentaram as obrigações ambientais e os cuidados com o meio ambiente em todas as atividades. E no caso do Pará, principalmente com a atividade mineral.
O Estado possui órgãos para controlar e fiscalizar os impactos ambientais  como o COEMA (Conselho Estadual do Meio Ambiente) e a SECTAM (Secretaria Executiva de  Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente) que regem as diretrizes a serem  seguidas por todos aqueles que desejarem implantar qualquer tipo de projeto em nosso estado.
A implantação de qualquer projeto só é  concedida se forem apresentados  Relatórios de Impactos Ambientais e Estudos de Impactos Ambientais e outras ações que devem implementadas para garantir a preservação ambiental.
Várias  empresas de mineração que atuam no estado já apresentam uma consciência ambiental e investiram na área de preservação, desenvolvendo pesquisas, criando e aplicando tecnologias para reduzir a poluição e a degradação ambiental, além de recuperar áreas degradadas.
A atividade mineral não é, obrigatoriamente, igual a destruição ambiental. Algumas empresas mostram que é possível usar os recursos naturais com equilíbrio e sem destruição. A esse procedimento dá-se o nome de Desenvolvimento Sustentável, que é hoje uma exigência da sociedade, que não mais aceita a degradação e também dos acionistas das empresas mineradoras.
Nenhum país do mundo quer comprar minério oriundo de projetos que agridam a sociedade envolvida, o meio ambiente e que enraizam a pobreza e a miséria. As empresas  precisam comprovar que sua produção não está  destruindo o homem nem a natureza e sim  trazendo benefícios e desenvolvimento social.






PALESTRA: DISSERTAÇÃO
PROFESSORAS: IZABEL LOPES  E SOCORRO DA MATA
















  O TEXTO DISSERTATIVO 

Expondo idéias...
•Exposição de um ponto de vista sem combater outros.
•Não se dirige a um interlocutor específico.
•Seleção de argumentos que legitimem o ponto de vista defendido.
•O enunciador se preocupa com a exposição e a defesa de sua tese.
•Linguagem formal, adequada ao assunto.

A dissertação pode ser definida como uma interpretação genérica da realidade em que se veiculam opiniões explícitas por meio de conceitos abstratos. Numa dissertação não predomina a progressão temporal, mas a progressão lógica.

Exemplo de texto dissertativo
  
                Nenhuma ciência é definitivamente correta.Sempre há teorias novas, e compreensões novas. Mas há descobertas que são irreversíveis . A astronomia moderna, por exemplo, é bastante diferente a da de Copérnico, mas ninguém, hoje, pode acreditar que a Terra é plana e que o Sol gira em torno dela. O mesmo se aplica à teoria psicanalítica. Desde a descoberta da sexualidade infantil, da agressividade e da descoberta de , processos do inconsciente vitais para a nossa vida consciente, ninguém pode mais pode achar que os primeiros anos de vida e a infância não formam o nosso caráter. Concluindo , vou repetir a frase que escrevi com W.R. Bion para o obituário de Melanie Klein: “Toda ciência busca a verdade. A psicanálise é única por acreditar que a busca da verdade é, em si, um processo terapêutico.”
                                            ( Hanna Segal. Veja, 22/4/98)



video

domingo, 7 de abril de 2013

concurso de redação SIMINERAL-2013






ATENÇÃO ALUNOS DA ESCOLA JORGE LOPES RAPOSO FIQUEM POR DENTRO DO CRONOGRAMA DE ATIVIDADES DO CONCURSO DE REDAÇÃO SIMINERAL-2013

- PESQUISA NA SALA DE INFORMÁTICA : DE 8 A 11 DE ABRIL
coordenada pela prof Helioneth Lisboa da sala de informática


- PALESTRAS - COM OS PROFESSORES DE GEOGRAFIA E REDAÇÃO: 12 DE ABRIL
ministrada pelos professores:
GEOGRAFIA: Rivaldo
PORTUGUÊS  e REDAÇÃO: professoras: Izabel e Socorro da Mata

- PROVA DE REDAÇÃO: 16 DE ABRIL  
LOCAL: NA ESCOLA
MANHÃ: 9h
TARDE: 15h

-ENVIO DAS REDAÇÕES SELECIONADAS: 29 A 30 DE ABRIL

-SELEÇÃO FINAL: 07 DE MAIO A 03 DE JUNHO


-ENTREGA DOS PRÊMIOS: 19 DE JUNHO, ÀS 16 HORAS, NO TEATRO ESTAÇÃO GASÔMETRO






coord sala de Informática
Helioneth Lisboa

terça-feira, 2 de abril de 2013






Um dos maiores eventos literários do país ocorre entre os dias 26 de abril e 5 de maio no Hangar – Convenções e Feiras da Amazônia: a XVII Feira Pan-Amazônica do Livro. Ziraldo, Milton Hatoum e Tatiana Salem são alguns dos escritores que confirmaram presença no evento. A programação conta com encontros literários, oficinas, workshops e palestras.

Serviço: XVII Feira Pan-Amazônica do Livro
Data: 26 de abril a 5 de maio de 2013
Hora: 10h
Entrada franca



sala de informática
Neth Lisboa